Uma inauguração com gosto de conquista comunitária, se fomos lembrar a histórica luta de entidades como o Conselho das Associações Amigos de Bairro da Região da Lapa, Movimento Popular da Vila Leopoldina e do historiador José Carlos de Barros Lima, além do imprescindível apoio do vereador Gilberto Natalini (PSDB), membro do G-8 Lapa. Assim pode ser definida a entrega, na quinta-feira, 7, da primeira fase do Parque Orlando Villas Bôas, na Vila Leopoldina (Marginal Esquina com Avenida Gastão Vidigal).
O evento contou com a participação do prefeito Gilberto Kassab, do governador José Serra e da subprefeita Soninha Francine. Secretários municipais, o vereador Natalini e outros parlamentares também marcaram presença na inauguração da nova área verde aberta ao público e que homenageia o mais célebre dos irmãos sertanistas Villas Bôas, o lapeano Orlando, cuja família mora no Alto da Lapa. A viúva Marina, os filhos (Orlando e Noel) e o netinho (Orlando) estavam presentes no palanque oficial.
O novo parque (parceria da Prefeitura com o Estado que facilitou a desapropriação do terreno da Sabesp) tem duas áreas distintas ainda sem data para serem unificadas. Juntas elas somam 260 mil m² , quase o dobro do Parque da Aclimação. A área entregue na quinta-feira, com 205 mil m², corresponde ao terreno da Sabesp. A outra (55 mil m²), à espera de descontaminação, é o terreno anexo, onde funcionava a ex-usina de compostagem. No local liberado existem dois campos de futebol, quatro quadras poliesportiva e de tênis, pista de cooper, playground e área com aparelhos para a terceira idade. “Estamos dando mais um importante passo no sentido de melhorar a qualidade de vida das pessoas que aqui moram”, disse Gilberto Kassab. Uma área especial será reservada para a criação de um espaço museológico, que abrigará o rico acervo de Orlando Villas-Bôas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA