O mercado oferece modelos variados de ar condicionado e coifas para evitar abafamento e mau cheiro nos ambientes. 

Além de ser mais barato, hoje em dia já é mais fácil instalar um aparelho de ar condicionado sem fazer aquele buraco indesejado na parede de casa. “A única condição é que o espaço tenha um local onde a vazão da água que refrigera o ar possa correr. Um ralo perto da sacada de um apartamento pode ser um acessório”, orienta a sócia da Cibras Serviços, Sueli Medeiros. Para um espaço de 15 m2, por exemplo, a loja vende um modelo Split por um preço que varia entre R$ 900 e R$ 1.300. Segundo Sueli, esse tipo de equipamento tem um nível de ruído zero, com a alternativa de funcionar como aquecedor. “Nós temos técnicos que fazem a avaliação no local sem cobrar taxa”.
Porém, engana-se que agora é só cruzar as mãos na cabeça e esticar as pernas na poltrona. Caso a manutenção não seja feita conforme orientação do fabricante, o aparelho não terá o desempenho esperado e pode até “pifar”. “Quando o cliente reclama da queda de potência, já sabemos o motivo. Como o filtro é deslocável, tem gente que o retira para lavar. Mas e a manutenção interna?”, pergunta ela. E, de fato, a periodicidade e o preço para a manutenção não são problema. De acordo com Sueli, o ideal é que a limpeza do aparelho seja feita uma vez por ano, no caso de residência; e a cada seis meses, se o local for comercial. O valor do serviço fica, em média, de R$ 190 a R$ 250, respectivamente.
Outra facilidade é o uso de coifas em casas. Até R$ 1.200 você acha uma coifa de parede. A modelo “ilha” custa, em média, R$ 2.500. Aqui, também, não há jeitinho brasileiro que ajude a superar os maus tratos e a falta de manutenção. Ela cita dois exemplos de uso inadequado. “Tem gente que quer instalar a coifa na altura que o marido possa alcançar. Não vai funcionar, a altura é determinada pelo fabricante. E, se você comprar uma coifa-ilha e achar que pode montar um restaurante, vai perder o rendimento e a garantia do aparelho”, alerta. Para a manutenção, a empresária diz que a própria pessoa pode fazer a limpeza do filtro de alumínio. Mas o filtro de carvão deve ser trocado a cada quatro meses para evitar o acúmulo de gordura e para o filtro não perder a potência de sucção. (SV)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA