O milho é o grande componente da culinária mexicana que aprendemos a gostar. Tacos, nachos e burritos são as receitas que levam o milho e outros ingredientes e que fazem sucesso há tempos entre nós. E em nossa região temos o Nacho Libre, restaurante que está completando um ano de vida.
O gerente Henrique Tiso Gabriel informa que o “público da região gosta dos pratos mexicanos e até já se acostumou com a forte pimenta jalapeña”. Além do restaurante, eles têm um serviço de entrega que atende todo o bairro e regiões circundantes, como Lapa, Pacaembu, Água Branca e Pinheiros entre outros. “Levamos a nossa comida até a casa do cliente em pouco tempo”, diz.
A opção mexicana do Sumaré é uma sociedade entre os amigos Leandro Ceccato e Eduardo Ramos. O irmão de um deles vive no México e tem um restaurante desta especialidade. Isso influenciou o irmão e o sócio a abrirem a casa.
São dois ambientes. Na entrada, a cozinha toda envidraçada permite que o cliente possa acompanhar a feitura dos seus pedidos. Subindo a escada temos o salão com capacidade para atender a 30 clientes simultaneamente e uma TV de plasma. As paredes têm cores fortes e o clima é de descontração.
O cardápio típico é calcado em nachos (também conhecido como “pizza mexicana”, é uma massa a base de milho frito e acompanhado de molhos variados, servida como aperitivo), burritos (massa à base de farinha, enrolada e fechada com recheio temperado, que lembra panqueca) e tacos (massa crocante à base de fubá de milho com recheio variado e verduras na cobertura). São várias as combinações de recheios e molhos. Os vegetarianos também ganharam versões para os burritos e os tacos.
Para quem prefere um pouco de cada, criaram os chamados combos que podem tem combinações de nachos com tacos ou burritos e acompanhados de um refrigerante.
Além dos pratos mexicanos, o restaurante oferece boas opções de açaí, que vem diretamente da região amazônica e que é servido com cereais, frutas e trufas de chocolate. O cupuaçu, fruta típica da Amazônia, também é servido em creme ou suco.
As bebidas mexicanas típicas – mezcal, tequila e cervejas – fazem parte do cardápio do Nacho Libre. A mezcal, bebida alcóolica produzida a partir do agave, tem em todas as suas garrafas uma larva de borboleta que, segundo conta a tradição, aquele que tomar a última dose deve ingerir a larva como sinal de coragem! ¡Ai ai, caramba!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA